17/10/2019RBEDFIIFREDocumento original

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO RIO BRAVO RENDA EDUCACIONAL- FII CNPJ/ME nº 13.873.457/0001-52 Código ISIN: BRRBEDCTF006 Código de Negociação na B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão (“B3”): RBED11 COMUNICADO AO MERCADO Encerramento do Período de Exercício do Direito de Subscrição de Sobras e Início da subscrição de Cotas Remanescentes no âmbito da Oferta Restrita RIO BRAVO INVESTIMENTOS DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA., sociedade devidamente autorizada pela CVM para o exercício profissional de administração de carteira de títulos e valores mobiliários, com sede na cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na Avenida Chedid Jafet nº 222, bloco B, 3º andar, CEP: 04551-065, Vila Olímpia, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas do Ministério da Economia (“CNPJ/ME”) sob o nº 72.600.026/0001-81 (“Instituição Administradora”), na qualidade de instituição administradora do FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO RIO BRAVO RENDA EDUCACIONAL – FII, inscrito no CNPJ/ME sob nº 13.873.457/0001-52 (“Fundo”), e de instituição intermediária líder (doravante denominada também como “Coordenador Líder”) da 2ª (segunda) emissão de cotas do Fundo (“Emissão” e “Oferta”, respectivamente), realizada nos termos da Instrução da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) nº 476, de 16 de janeiro de 2009 (“Instrução CVM 476”), da Instrução CVM nº 472, de 31 de outubro de 2008 (“Instrução CVM 472”) e das demais disposições legais aplicáveis, conforme aprovada pela Instituição Administradora, nos termos do artigo 4.10 do Regulamento do Fundo atualmente em vigor (“Regulamento”), considerando o montante inicial da Oferta de até R$ 250.000.045,68 (duzentos e cinquenta milhões e quarenta e cinco reais e sessenta e oito centavos) na data de emissão das Novas Cotas (“Montante Inicial da Oferta”), correspondente a até 1.678.753 (um milhão, seiscentos e setenta e oito mil, setecentos e cinquenta e três) Novas Cotas (“Novas Cotas”), pelo valor unitário de R$ 148,92 (cento e quarenta e oito reais e noventa e dois centavos) que, considerado os custos da Oferta, perfaz a quantia de R$ 153,31 (cento e cinquenta e três reais e trinta e um centavos) (“Preço de Emissão”), o qual poderá ser acrescido, a critério do Coordenador Líder, em até 20% (vinte por cento), com a emissão de 335.750 (trezentas e trinta e cinco mil, setecentos e cinquenta) cotas, correspondente ao valor adicional de R$ 49.999.979,40 (quarenta e nove milhões, novecentos e noventa e nove mil, novecentos e seten ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019MALLFIIFREDocumento original

COMUNICADO AO MERCADO MALLS BRASIL PLURAL FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO CNPJ/MF nº 26.499.833/0001-32 Código ISIN nº BRMALLCTF007 Código de Negociação na B3: MALL11 GENIAL INVESTIMENTOS CORRETORA DE VALORES MOBILIÁRIOS S.A. (atual denominação de Geração Futuro Corretora de Valores S.A.), sociedade anônima, com sede na Cidade e Estado do Rio de Janeiro, na Rua Candelária, nº 65, Conjuntos 1701 e 1702, Centro, CEP 20091-020, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 27.652.684/0001-62, na qualidade de instituição administradora (“Administrador”) do MALLS BRASIL PLURAL FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 26.499.833/0001-32 (“Fundo”), tendo em vista o encerramento da oferta pública de distribuição primária de cotas da 2ª (segunda) emissão do Fundo (“Oferta”), divulgado em 26 de dezembro de 2018, comunica aos investidores do Fundo e ao mercado em geral, por meio deste, o resultado da retratação das cotas objeto do exercício do direito de preferência reservadas condicionalmente, bem como o procedimento de pagamento, pelo Fundo, aos respectivos investidores: Durante a Oferta, no âmbito do exercício do direito de preferência, foram subscritas e integralizadas: a) 440 (quatrocentas e quarenta) cotas condicionadas à colocação total das cotas objeto da Oferta, qual seja, 2.697.096 (dois milhões, seiscentos e noventa e sete mil e noventa e seis) cotas, totalizando o montante de R$ 260.000.054,40 (duzentos e sessenta milhões, cinquenta e quatro reais e quarenta centavos) (“Subscrições Condicionadas ao Total”); e b) 146 (cento e quarenta e seis) cotas condicionadas à colocação de montante equivalente ao valor mínimo da Oferta, qual seja, 518.674 (quinhentas e dezoito mil, seiscentas e setenta e quatro) cotas, totalizando o montante mínimo de R$ 50.000.173,60 (cinquenta milhões, cento e setenta e três reais e sessenta centavos); e, implementada esta condição, manutenção da subscrição de cotas na proporção entre a quantidade de cotas efetivamente colocadas até o término da Oferta e a quantidade de cotas originalmente objeto da Oferta (“Subscrições Proporcionais”). Para o cálculo do resultado da Oferta, foram cancelados 440 (quatrocentos e quarenta) recibos oriundos das Subscrições Condicionadas ao Total e, utilizado o redutor equivalente a 70,70% (setenta inteiros e setenta centésimos por cento), calculado sobre o pedido de reserva de cada um dos investidores das Subscrições Proporcionais, resultando no cancelamento de 101 (cento e um) recibos. Dess ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019LCAMAçãoAACDocumento original

COMPANHIA DE LOCAÇÃO DAS AMÉRICAS CNPJ/MF nº 10.215.988/0001-60 / NIRE: 353.003.595-69 (Companhia Aberta de Capital Autorizado) AVISO AOS ACIONISTAS DESDOBRAMENTO DE AÇÕES DA COMPANHIA NA PROPORÇÃO DE 1:3 UNIDAS (B3: LCAM3) (“Companhia”), em atendimento ao disposto na Instrução da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) nº 358, de 3 de janeiro de 2002, comunica a seus acionistas que foi aprovado em Assembleia Geral Extraordinária, nesta data, o Desdobramento de Ações da Companhia, sendo que o Desdobramento será aplicado a todos os acionistas da Unidas, indistintamente, na mesma proporção e que não haverá qualquer tipo de diluição nas respectivas participações acionárias, de modo que cada ação de emissão da Companhia será desdobrada em 3 (três) ações ordinárias. O capital social permanecerá no montante de R$2.006.289.984,08 (dois bilhões, seis milhões, duzentos e oitenta e nove mil, novecentos e oitenta e quatro reais e oito centavos), passando a ser dividido em 447.729.411 (quatrocentos e quarenta e sete milhões, setecentos e vinte e nove mil, quatrocentos e onze) ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal. O Desdobramento observará as seguintes características: (i) Objetivos: O Desdobramento tem o propósito de (a) tornar mais acessível aos investidores o lote mínimo de 100 (cem) ações da Companhia no mercado de capitais; e, por consequência, (b) aumentar a liquidez das ações, considerando que sua maior quantidade, potencialmente, gera incremento nos negócios; (ii) Data-Base para fins do direito ao Desdobramento: Terão direito ao recebimento das ações advindas do desdobramento os acionistas detentores de ações no dia da realização da Assembleia Geral Extraordinária, realizada em segunda convocação, dia 17 de outubro de 2019. As ações da Companhia passam a ser negociadas “ex-desdobramento” no dia útil seguinte, dia 18 de outubro de 2019. O crédito das ações provenientes do desdobramento será efetuado em três dias úteis contados da data de realização da Assembleia Geral Extraordinária, ou seja, dia 22 de outubro de 2019. (iii) Negociação: As ações ordinárias da Companhia continuarão a ser negociadas no Novo Mercado da B3. (iv) Direito das ações emitidas em razão do Desdobramento: As ações resultantes do Desdobramento serão da mesma espécie das ações originárias, ou seja, ações ordinárias da Companhia, e conferirão integralmente aos seus titulares os mesmos direitos e vantagens das ações atualmente existentes, inclusive a dividendos, juros sobre ca ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019LCAMAçãoAACDocumento original

COMPANHIA DE LOCAÇÃO DAS AMÉRICAS CNPJ/MF nº 10.215.988/0001-60 / NIRE: 353.003.595-69 (Companhia Aberta de Capital Autorizado) AVISO AOS ACIONISTAS DESDOBRAMENTO DE AÇÕES DA COMPANHIA NA PROPORÇÃO DE 1:3 UNIDAS (B3: LCAM3) (“Companhia”), em atendimento ao disposto na Instrução da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) nº 358, de 3 de janeiro de 2002, comunica a seus acionistas que foi aprovado em Assembleia Geral Extraordinária, nesta data, o Desdobramento de Ações da Companhia, sendo que o Desdobramento será aplicado a todos os acionistas da Unidas, indistintamente, na mesma proporção e que não haverá qualquer tipo de diluição nas respectivas participações acionárias, de modo que cada ação de emissão da Companhia será desdobrada em 3 (três) ações ordinárias. O capital social permanecerá no montante de R$2.006.289.984,08 (dois bilhões, seis milhões, duzentos e oitenta e nove mil, novecentos e oitenta e quatro reais e oito centavos), passando a ser dividido em 447.729.411 (quatrocentos e quarenta e sete milhões, setecentos e vinte e nove mil, quatrocentos e onze) ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal. O Desdobramento observará as seguintes características: (i) Objetivos: O Desdobramento tem o propósito de (a) tornar mais acessível aos investidores o lote mínimo de 100 (cem) ações da Companhia no mercado de capitais; e, por consequência, (b) aumentar a liquidez das ações, considerando que sua maior quantidade, potencialmente, gera incremento nos negócios; (ii) Data-Base para fins do direito ao Desdobramento: Terão direito ao recebimento das ações advindas do desdobramento os acionistas detentores de ações no dia da realização da Assembleia Geral Extraordinária, realizada em segunda convocação, dia 17 de outubro de 2019. As ações da Companhia passam a ser negociadas “ex-desdobramento” no dia útil seguinte, dia 18 de outubro de 2019. O crédito das ações provenientes do desdobramento será efetuado em três dias úteis contados da data de realização da Assembleia Geral Extraordinária, ou seja, dia 22 de outubro de 2019. (iii) Negociação: As ações ordinárias da Companhia continuarão a ser negociadas no Novo Mercado da B3. (iv) Direito das ações emitidas em razão do Desdobramento: As ações resultantes do Desdobramento serão da mesma espécie das ações originárias, ou seja, ações ordinárias da Companhia, e conferirão integralmente aos seus titulares os mesmos direitos e vantagens das ações atualmente existentes, inclusive a dividendos, juros sobre ca ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019HGRUFIIAACDocumento original

Informações sobre Direitos - FUNDOS Direito de preferência na subscrição de cotas CSHG Renda Urbana – Fundo de Investimento Imobiliário - FII Administrador CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO CORRETORA DE VALORES S.A Responsável pela informação Augusto Afonso Martins Telefone para contato (11) 3701-8600 Ato de aprovação Assembleia Geral Extraordinária Data de aprovação 30/07/2019 Data-base (último dia de negociação “com” direito à subscrição) 17/10/2019 Quantidade de cotas que atualmente se divide o PL do fundo 1.500.000 (um milhão e quinhentas mil) Cotas Quantidade máxima de cotas a serem emitidas, sem considerar os lotes adicional e suplementar 6.867.233 (seis milhões, oitocentas e sessenta e sete mil, duzentas e trinta e três) Cotas Tratamento dispensado às sobras de subscrição Não haverá sobras de subscrição. Após o término do direito de preferência, iniciará a oferta. Possibilidade de subscrição parcial SIM Valor mínimo de subscrição parcial R$ 100.000.055,54 (cem milhões, cinquenta e cinco reais e cinquenta e quatro centavos) % de subscrição Quantidade de cotas a serem Emitidas / Quantidade de cotas atual: 6.867.233/1.500.000=457.8155333% Preço de emissão por cota R$ 107,03 (cento e sete reais e três centavos), acrescido do Custo Unitário de Distribuição de R$ 3,75 (três reais e setenta e cinco centavos), no total de R$ 110,78 (cento e dez reais e setenta e oito centavos) Início do prazo de subscrição, se definido. 25/10/2019 Fim do prazo para subscrição, se definido. 07/11/2019 Data de liquidação das cotas dos detentores do direito de preferência – 08/11/2019 Restrição à negociação da Cessão de Direitos Sim. Nos termos do Regulamento do Fundo, é vedada a negociação do Direito de Preferência pelos Cotistas do Fundo. Direitos das cotas emitidas em relação à distribuição de rendimento As Cotas subscritas no âmbito do Direito de Preferência e das Cotas Remanescentes somente darão aos seus titulares direito integral aos rendimentos auferidos a partir do mês calendário subsequente ao encerramento da oferta, ou seja, não farão jus a rendimentos calculados pro rata (apenas atualização monetária) desde a respectiva liquidação até o encerramento da oferta.


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019HGRUFIIAACDocumento original

Informações sobre Direitos - FUNDOS Direito de preferência na subscrição de cotas CSHG Renda Urbana – Fundo de Investimento Imobiliário - FII Administrador CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO CORRETORA DE VALORES S.A Responsável pela informação Augusto Afonso Martins Telefone para contato (11) 3701-8600 Ato de aprovação Assembleia Geral Extraordinária Data de aprovação 30/07/2019 Data-base (último dia de negociação “com” direito à subscrição) 17/10/2019 Quantidade de cotas que atualmente se divide o PL do fundo 1.500.000 (um milhão e quinhentas mil) Cotas Quantidade máxima de cotas a serem emitidas, sem considerar os lotes adicional e suplementar 6.867.233 (seis milhões, oitocentas e sessenta e sete mil, duzentas e trinta e três) Cotas Tratamento dispensado às sobras de subscrição Não haverá sobras de subscrição. Após o término do direito de preferência, iniciará a oferta. Possibilidade de subscrição parcial SIM Valor mínimo de subscrição parcial R$ 100.000.055,54 (cem milhões, cinquenta e cinco reais e cinquenta e quatro centavos) % de subscrição Quantidade de cotas a serem Emitidas / Quantidade de cotas atual: 6.867.233/1.500.000=457.8155333% Preço de emissão por cota R$ 107,03 (cento e sete reais e três centavos), acrescido do Custo Unitário de Distribuição de R$ 3,75 (três reais e setenta e cinco centavos), no total de R$ 110,78 (cento e dez reais e setenta e oito centavos) Início do prazo de subscrição, se definido. 25/10/2019 Fim do prazo para subscrição, se definido. 07/11/2019 Data de liquidação das cotas dos detentores do direito de preferência – 08/11/2019 Restrição à negociação da Cessão de Direitos Sim. Nos termos do Regulamento do Fundo, é vedada a negociação do Direito de Preferência pelos Cotistas do Fundo. Direitos das cotas emitidas em relação à distribuição de rendimento As Cotas subscritas no âmbito do Direito de Preferência e das Cotas Remanescentes somente darão aos seus titulares direito integral aos rendimentos auferidos a partir do mês calendário subsequente ao encerramento da oferta, ou seja, não farão jus a rendimentos calculados pro rata (apenas atualização monetária) desde a respectiva liquidação até o encerramento da oferta.


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019VILGFIIFREDocumento original

1 Vinci Logística FII Comunicado ao Mercado 17 DE OUTUBRO DE 2019 ENCERRAMENTO DO PERÍODO DO DIREITO DE PREFERÊNCIA E INÍCIO DO PERÍODO DO DIREITO DE SUBSCRIÇÃO DE SOBRAS E MONTANTE ADICIONAL A VINCI REAL ESTATE GESTORA DE RECURSOS LTDA. com sede na Avenida Bartolomeu Mitre, nº 336, 5º andar, Leblon, na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 13.838.015/0001-75, na qualidade de gestora do VINCI LOGÍSTICA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII (“Fundo”), inscrito no CNPJ/ME sob o nº 24.853.004/0001-22 e a BRL TRUST DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. com sede na Rua Iguatemi, nº 151, 19º andar, Itaim Bibi, na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, inscrita no CNPJ/ME sob o nº 13.486.793/0001-42, na qualidade de administradora do Fundo, informam aos cotistas do Fundo e ao mercado em geral o que segue. Foi encerrado o prazo para exercício, pelos cotistas do Fundo (“Cotistas”), do direito de preferência para subscrição de Novas Cotas (“Período do Direito de Preferência” e “Direito de Preferência”) no âmbito da oferta pública de distribuição primária de, inicialmente, 1.818.352 (um milhão, oitocentas e dezoito mil, trezentas e cinquenta e duas) cotas (“Novas Cotas”, e, em conjunto com as cotas já emitidas pelo Fundo, “Cotas”) da 3ª (terceira) emissão do Fundo (“3ª Emissão”), distribuída com esforços restritos de colocação (“Oferta Restrita”), nos termos da Instrução da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) nº 476, de 16 de janeiro de 2009, conforme alterada (“Instrução CVM nº 476”), em classe e série únicas, nominativas e escriturais, todas com preço de emissão de R$ 107,24 (cento e sete reais e vinte e quatro centavos) por Nova Cota (“Valor da Nova Cota”) que, somado à Taxa de Distribuição Primária, no valor de R$ 3,76 (três reais e setenta e seis centavos), perfaz o montante de R$ 111,00 (cento e onze reais) por Nova Cota. Durante o Período do Direito de Preferência, foram subscritas 1.018.642 (um milhão, dezoito mil e seiscentas e quarenta e duas) Novas Cotas, correspondentes ao montante total de R$ 109.239.168,08 (cento e nove milhões, duzentos e trinta e nove mil, cento e sessenta e oito reais e oito centavos), considerando o Valor da Nova Cota, remanescendo 799.710 (setecentas e noventa e nove mil, setecentas e dez) Novas Cotas (“Sobras”) para exercício do direito de subscrição de Sobras (“Direito de Subscrição de Sobras”) pelos Cotistas que tenham exercido seu Direito de Preferência. O pe ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019HGRUFIIFREDocumento original

FATO RELEVANTE CSHG RENDA URBANA - FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII CNPJ n° 29.641.226/0001-53 Código Cadastro CVM: 0318006 Código negociação B3: HGRU11 CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO CORRETORA DE VALORES S.A., instituição financeira integrante do sistema de distribuição de valores mobiliários, com sede na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na Rua Leopoldo Couto de Magalhães Jr., n.º 700, 11º andar (parte), 13º e 14º andares (parte), Itaim Bibi, CEP 04542-000, inscrita no CNPJ sob o nº 61.809.182/0001-30, na qualidade de instituição administradora do CSHG RENDA URBANA – FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII (“Fundo”), inscrito no CNPJ sob o nº 29.641.226/0001-53, vem informar aos Cotistas e ao mercado em geral, no âmbito da Oferta Pública de Distribuição Primária de Cotas da 2ª (segunda) Emissão do Fundo (“Oferta” e “Cotas”, respectivamente), registrada perante a Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) sob o nº CVM/SRE/RFI/2019/044, em 17 de outubro de 2019, que a Data Base, tal como definida no Prospecto Definitivo da Oferta Pública de Distribuição Primária de Cotas da 2ª (segunda) Emissão do Fundo (“Prospecto Definitivo”), na qual será verificada a relação de Cotistas que poderão exercer o Direito de Preferência para subscrição das Cotas objeto da Oferta, será a presente data, qual seja, o dia 17 de outubro de 2019. A Data Base corresponde à data de divulgação do Anúncio de Início da Oferta. Assim, será garantido aos atuais Cotistas do Fundo (i.e., que estejam nessa condição na Data Base) o direito de subscrever e integralizar as Cotas da 2ª Emissão, podendo este Direito de Preferência ser exercido pelos referidos Cotistas em uma única oportunidade, total ou parcialmente, em relação à totalidade das 6.867.233 (seis milhões, oitocentas e sessenta e sete mil, duzentas e trinta e três) Cotas da 2ª Emissão, dentro do prazo de 10 (dez) dias contados do 5º (quinto) dia útil da data da divulgação do Anúncio de Início (exclusive), ou seja, entre os dias 25 de outubro de 2019 (inclusive) e 07 de novembro de 2019 (inclusive). As Cotas objeto do exercício do Direito de Preferência deverão ser integralizadas no dia 08 de novembro de 2019. Todos os termos aqui não definidos terão os mesmos significados a eles atribuídos no Prospecto Definitivo. Informações adicionais sobre o exercício do Direito de Preferência estão disponíveis no Prospecto Definitivo, que pode ser acessado nos seguintes websites: o Coordenadora Líder: www.cshg.com.br - na página pr ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019BBDCAçãoAACDocumento original

Companhia Aberta CNPJ no 60.746.948/0001-12 Aviso aos Acionistas O Banco Bradesco S.A. (Bradesco ou Sociedade) comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral que o Conselho de Administração, em reunião realizada nesta data, aprovou proposta da Diretoria para pagamento, aos acionistas da Sociedade, de dividendos extraordinários, à conta de reservas de lucros, no valor total de R$8.000.000.000,00, sendo R$0,948654134 por ação ordinária e R$1,043519547 por ação preferencial, nos termos do Fato Relevante divulgado em 7.10.2019. Serão beneficiados os acionistas que estiverem inscritos nos registros da Sociedade nesta data, passando as ações a ser negociadas “ex-direito” aos dividendos extraordinários a partir de 18.10.2019. Os dividendos extraordinários serão pagos: a) em 23.10.2019 pelo valor declarado, não havendo retenção de Imposto de Renda na Fonte, nos termos do Artigo 10 da Lei no 9.249/95, e não serão computados no cálculo dos dividendos obrigatórios do exercício previstos no estatuto social; b) adicionalmente aos juros sobre o capital próprio mensais, intermediários e complementares que serão declarados no final do exercício, da seguinte forma:  aos acionistas com ações depositadas na Sociedade e que mantêm os dados cadastrais e bancários atualizados, mediante crédito a ser efetuado nas contas correntes em instituição financeira por eles indicadas; e  aos acionistas com ações depositadas na B3 S.A. - Brasil, Bolsa, Balcão, por intermédio das instituições e/ou corretoras que mantêm suas posições em custódia. Os acionistas que não possuírem seus dados atualizados deverão apresentar-se na agência Bradesco de sua preferência, munidos de CPF, RG e comprovante de residência, para atualização cadastral e recebimento dos respectivos valores a que têm direito. Os dividendos extraordinários aprovados representam, aproximadamente, 65 vezes o valor dos juros sobre o capital próprio mensalmente pagos. A deliberação ora tomada em nada altera o cronograma para pagamento dos juros sobre o capital próprio mensais, previsto no Calendário Anual de Eventos Corporativos disponível nos sites do Bradesco, CVM e B3, assim como os complementares que serão declarados no final do exercício. Cidade de Deus, Osasco, SP, 17 de outubro de 2019 Banco Bradesco S.A. Leandro de Miranda Araujo Diretor Executivo Adjunto e Diretor de Relações com Investidores


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019LUXMAçãoFREDocumento original

Trevisa Investimentos S.A. Av. Padre Cacique, 320 - 6º andar - Menino Deus - Porto Alegre/RS - CEP: 90.810-240 Fone: (51) 2103-1188 Fax: (51) 2103-1149 www.trevisa.com.br TREVISA INVESTIMENTOS S.A. CNPJ 92.660.570/0001-26 – NIRE 43 3 00008061 Companhia Aberta FATO RELEVANTE TREVISA INVESTIMENTOS S.A. (LUXM3 e LUXM4) (“Companhia”), em atendimento ao disposto na Instrução CVM nº 358, de 3 de janeiro de 2002, e complementando a informação divulgada através de Fato Relevante de 10 de janeiro de 2019, comunica aos seus acionistas e ao mercado que, em 17 de outubro de 2019 a controlada da Companhia, Florestamento Treflor Ltda., firmou o Contrato de Compra e Venda de Madeira em Pé Existente com a CMPC Celulose Riograndense Ltda., tendo por objeto a venda dos seus ativos florestais de Eucaliptos e Pinus, pelo valor total de R$ 22.500.000,00. Porto Alegre, RS, 17 de outubro de 2019. Jorge Lindemann Diretor de Relações com Investidores


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019LUXMAçãoFREDocumento original

Trevisa Investimentos S.A. Av. Padre Cacique, 320 - 6º andar - Menino Deus - Porto Alegre/RS - CEP: 90.810-240 Fone: (51) 2103-1188 Fax: (51) 2103-1149 www.trevisa.com.br TREVISA INVESTIMENTOS S.A. CNPJ 92.660.570/0001-26 – NIRE 43 3 00008061 Companhia Aberta FATO RELEVANTE TREVISA INVESTIMENTOS S.A. (LUXM3 e LUXM4) (“Companhia”), em atendimento ao disposto na Instrução CVM nº 358, de 3 de janeiro de 2002, e complementando a informação divulgada através de Fato Relevante de 10 de janeiro de 2019, comunica aos seus acionistas e ao mercado que, em 17 de outubro de 2019 a controlada da Companhia, Florestamento Treflor Ltda., firmou o Contrato de Compra e Venda de Madeira em Pé Existente com a CMPC Celulose Riograndense Ltda., tendo por objeto a venda dos seus ativos florestais de Eucaliptos e Pinus, pelo valor total de R$ 22.500.000,00. Porto Alegre, RS, 17 de outubro de 2019. Jorge Lindemann Diretor de Relações com Investidores


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019LUXMAçãoFREDocumento original

Trevisa Investimentos S.A. Av. Padre Cacique, 320 - 6º andar - Menino Deus - Porto Alegre/RS - CEP: 90.810-240 Fone: (51) 2103-1188 Fax: (51) 2103-1149 www.trevisa.com.br TREVISA INVESTIMENTOS S.A. CNPJ 92.660.570/0001-26 – NIRE 43 3 00008061 Companhia Aberta FATO RELEVANTE TREVISA INVESTIMENTOS S.A. (LUXM3 e LUXM4) (“Companhia”), em atendimento ao disposto na Instrução CVM nº 358, de 3 de janeiro de 2002, e complementando a informação divulgada através de Fato Relevante de 10 de janeiro de 2019, comunica aos seus acionistas e ao mercado que, em 17 de outubro de 2019 a controlada da Companhia, Florestamento Treflor Ltda., firmou o Instrumento Particular de Compromisso de Compra e Venda de Imóveis Rurais e Outras Avenças com a Jaguarão Propriedades Rurais S.A., tendo por objeto imóveis rurais localizados no Estado do Rio Grande do Sul, pelo valor total de R$ 30.000.000,00. A venda do referido ativo resultará na descontinuidade das atividades de reflorestamento. Porto Alegre, RS, 17 de outubro de 2019. Jorge Lindemann Diretor de Relações com Investidores


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019TGMAAçãoFREDocumento original

TEGMA GESTÃO LOGÍSTICA S.A. N.I.R.E. 35.300.340.931 CNPJ/MF nº 02.351.144/0001-18 Companhia Aberta FATO RELEVANTE A Tegma Gestão Logística S.A. (“Tegma” ou “Companhia” – B3: TGMA3), vem comunicar aos acionistas e ao mercado em geral que, na manhã de hoje 17/10, foi realizada uma busca e apreensão de material nas unidades da Companhia em São Bernardo do Campo pela Polícia Federal, em conjunto com o GAECO (Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) e com a colaboração do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Informaremos assim que tivermos detalhes relevantes sobre o assunto. São Bernardo do Campo, 17 de outubro de 2019. Gennaro Oddone Diretor Presidente e de Relações com Investidores Contatos de RI: Ian Nunes, +55(11) 4397-9423, [email protected] mailto:[email protected] TEGMA GESTÃO LOGÍSTICA S.A. N.I.R.E. [State Registration Number] 35.300.340.931 CNPJ/MF [National Register of Corporate Taxpayers of the Ministry of Finance] no. 02.351.144/0001-18 Publicly Held Company MATERIAL FACT Tegma Gestão Logística S.A. (“Tegma” or “Company” – B3: TGMA3) hereby inform the shareholders and the market in general that on the morning of October 17th a search and seizure of materials was conducted in our branches in São Bernardo do Campo by the Federal Police, in conjunction with the Special Action Groups to Combat Organized Crime (GAECO) and with collaboration of CADE (Administrative Council for Economic Defense). We will inform as soon we have relevant details about the subject. São Bernardo do Campo, October 17, 2019. Gennaro Oddone CEO and Investor Relations IR Contacts: Ian Nunes, (11) 4397-9423, [email protected] mailto:[email protected]


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019BAHIAçãoAACDocumento original

1 BAHEMA EDUCAÇÃO S.A. Companhia Aberta – BAHI3 CNPJ nº 45.987.245/0001-92 NIRE 35.300.185.366 AVISO AOS ACIONISTAS BAHEMA EDUCAÇÃO S.A. (“Companhia”), no âmbito do aumento do capital social no montante de até R$ 80.000.060,00 (oitenta milhões e sessenta reais), para subscrição particular de até 1.142.858 (um milhão, cento e quarenta e dois mil, oitocentos e cinquenta e oito) novas ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal, ao preço de emissão de R$ 70,00 (setenta reais) por ação, fixado sem diluição injustificada da participação dos atuais acionistas, de acordo com o inciso I do §1º do artigo 170 da Lei 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme alterada (“Lei das S.A.”) (“Aumento de Capital”), comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral: 1. Fim do Prazo para Subscrição de Sobras. O prazo para o exercício do direito de subscrição de sobras das ações ordinárias a serem emitidas no âmbito do Aumento de Capital, iniciado em 7 de outubro de 2019, inclusive, encerrou-se em 11 de outubro de 2019, inclusive (“Período de Sobras”). 2. Quantidade de Sobras de Ações Subscritas. Conforme informações prestadas pelo Itaú Corretora de Valores S.A., agente escriturador das ações de emissão da Companhia (“Agente Escriturador”), durante o Período de Sobras, foram subscritas um total de 108.049 (cento e oito mil e quarenta e nove) ações ordinárias, nominativas, sem valor nominal, ao preço de R$ 70,00 (setenta reais) por ação, totalizando o valor de R$ 7.563.430,00 (sete milhões, quinhentos e sessenta e três mil, quatrocentos e trinta reais), o que corresponde a 53,81% do total de sobras disponíveis para subscrição. 3. Pedidos Atendidos. Visto que o número de sobras de ações pedido foi inferior ao total de sobras disponíveis, foram atendidos 100% (cem por cento) dos pedidos de sobras realizados pelos subscritores. 4. Quantidade de Ações Não Subscritas. Encerrado o Período de Sobras, remanescem não subscritas 92.734 (noventa e dois mil, setecentos e trinta e quatro) ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal no âmbito do Aumento de Capital. 5. Leilão de Sobras. As ações não subscritas após o encerramento do Período de Sobras não serão objeto de venda em bolsa de valores prevista no artigo 171, §7º, “a”, da Lei das S.A. 6. Prazo para Integralização das Sobras. As sobras de ações e as sobras adicionais subscritas durante o Período de Sobras deverão, observados os procedimentos específicos da Central Depositária de Ativos da B3 e do Agente ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019BAHIAçãoAACDocumento original

1 BAHEMA EDUCAÇÃO S.A. Companhia Aberta – BAHI3 CNPJ nº 45.987.245/0001-92 NIRE 35.300.185.366 AVISO AOS ACIONISTAS BAHEMA EDUCAÇÃO S.A. (“Companhia”), no âmbito do aumento do capital social no montante de até R$ 80.000.060,00 (oitenta milhões e sessenta reais), para subscrição particular de até 1.142.858 (um milhão, cento e quarenta e dois mil, oitocentos e cinquenta e oito) novas ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal, ao preço de emissão de R$ 70,00 (setenta reais) por ação, fixado sem diluição injustificada da participação dos atuais acionistas, de acordo com o inciso I do §1º do artigo 170 da Lei 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme alterada (“Lei das S.A.”) (“Aumento de Capital”), comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral: 1. Fim do Prazo para Subscrição de Sobras. O prazo para o exercício do direito de subscrição de sobras das ações ordinárias a serem emitidas no âmbito do Aumento de Capital, iniciado em 7 de outubro de 2019, inclusive, encerrou-se em 11 de outubro de 2019, inclusive (“Período de Sobras”). 2. Quantidade de Sobras de Ações Subscritas. Conforme informações prestadas pelo Itaú Corretora de Valores S.A., agente escriturador das ações de emissão da Companhia (“Agente Escriturador”), durante o Período de Sobras, foram subscritas um total de 108.049 (cento e oito mil e quarenta e nove) ações ordinárias, nominativas, sem valor nominal, ao preço de R$ 70,00 (setenta reais) por ação, totalizando o valor de R$ 7.563.430,00 (sete milhões, quinhentos e sessenta e três mil, quatrocentos e trinta reais), o que corresponde a 53,81% do total de sobras disponíveis para subscrição. 3. Pedidos Atendidos. Visto que o número de sobras de ações pedido foi inferior ao total de sobras disponíveis, foram atendidos 100% (cem por cento) dos pedidos de sobras realizados pelos subscritores. 4. Quantidade de Ações Não Subscritas. Encerrado o Período de Sobras, remanescem não subscritas 92.734 (noventa e dois mil, setecentos e trinta e quatro) ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal no âmbito do Aumento de Capital. 5. Leilão de Sobras. As ações não subscritas após o encerramento do Período de Sobras não serão objeto de venda em bolsa de valores prevista no artigo 171, §7º, “a”, da Lei das S.A. 6. Prazo para Integralização das Sobras. As sobras de ações e as sobras adicionais subscritas durante o Período de Sobras deverão, observados os procedimentos específicos da Central Depositária de Ativos da B3 e do Agente ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019LPSBAçãoFREDocumento original

LPS BRASIL – CONSULTORIA DE IMÓVEIS S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado CNPJ/ME nº 08.078.847/0001-09 NIRE nº 35.300.331.494 Código CVM nº 20370 Código ISIN das Ações: BRLPSBACNOR0 Código de negociação na B3: LPSB3 FATO RELEVANTE A LPS BRASIL – CONSULTORIA DE IMÓVEIS S.A. (“Companhia”), listada no segmento diferenciado de governança corporativa da B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão (“B3”) denominado Novo Mercado, em atendimento às disposições da Instrução da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) nº 358, de 3 de janeiro de 2002, conforme alterada, e do artigo 157, parágrafo 4º, da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme alterada (“Lei das Sociedades por Ações”), e na Instrução da CVM nº 476, de 16 de janeiro de 2009, conforme alterada (“Instrução CVM 476”) e em continuidade ao fato relevante divulgado pela Companhia em 25 de setembro de 2019, vem informar aos seus acionistas e ao mercado em geral que, em reunião do Conselho de Administração da Companhia realizada em 16 de outubro de 2019, foi aprovada a realização de oferta pública de distribuição primária de, inicialmente, 21.000.000 de ações ordinárias, nominativas, escriturais, sem valor nominal, livres e desembaraçadas de quaisquer ônus ou gravames, de emissão da Companhia (“Ações”), sem prejuízo das Ações Adicionais (conforme definido abaixo), com esforços restritos de colocação, nos termos da Instrução CVM 476 (“Oferta”). Aprovações Societárias A realização da Oferta, mediante aumento de capital da Companhia, dentro do limite do capital autorizado, observada a necessidade de aprovação do aumento do limite do capital autorizado na AGE de Aumento do Capital Autorizado (conforme definido abaixo), com a exclusão do direito de preferência dos atuais acionistas da Companhia, nos termos do artigo 172, inciso I, da Lei das Sociedades por Ações e do artigo 6º, parágrafo 2º, do estatuto social da Companhia, e seus termos e condições foram aprovados pelo Conselho de Administração da Companhia, em reunião realizada em 16 de outubro de 2019, cuja ata será arquivada na Junta Comercial do Estado de São Paulo (“JUCESP”) e divulgada nos websites da CVM (www.cvm.gov.br) e da B3 (www.b3.com.br), nos termos do artigo 289 da Lei das Sociedades por Ações e da Deliberação da CVM nº 829, de 27 de setembro de 2019 (“Deliberação CVM 829”), bem como divulgada no website da Companhia (ri.lopes.com.br). A realização do aumento de capital no contexto da Oferta depende da aprovação do aumento do limite do capit ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019CMIGAçãoFREDocumento original

COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS - CEMIG COMPANHIA ABERTA CNPJ 17.155.730/0001-64 NIRE 31300040127 FATO RELEVANTE A COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS – CEMIG (“Cemig”), companhia aberta, com ações negociadas nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri, vem a público informar, nos termos da Instrução CVM nº 358 de 03/01/2002, conforme alterada, à Comissão de Valores Mobiliários - CVM, à B3 S.A. - Brasil, Bolsa, Balcão (“B3”) e ao mercado em geral, que sua coligada, Renova Energia S.A. (“Renova”) divulgou, nesta data, o seguinte Fato Relevante: “A Renova Energia S.A. (RNEW3; RNEW4; RNEW11) (“Renova” ou “Companhia”), em atendimento à Instrução CVM nº 358/2002, conforme alterada, vem informar aos seus acionistas e ao mercado em geral que o Juízo da 2º Vara de Falências e Recuperações Judiciais da Comarca do Estado de São Paulo deferiu o processamento do pedido de recuperação judicial ajuizado nesta data pela Renova e pelas demais empresas do grupo (“Grupo Renova”), conforme fato relevante divulgado mais cedo ao mercado, determinando, entre outras medidas: (i) Nomeação da KPMG CORPORATE FINANCE, inscrita no CNPJ/ME sob nº 29.414.117/0001.01, representada por Osana Mendonça, inscrita na OAB/SP sob nº 122.930, para atuar como administradora judicial; (ii) Suspensão das ações e execuções contra as empresas do Grupo Renova pelo prazo de 180 dias, nos termos do artigo 6º da Lei 11.101/2005; (iii) Apresentação de contas até o dia 30 de cada mês enquanto perdurar o processo de recuperação judicial, sob pena de afastamento dos controladores e substituição dos administradores das empresas do Grupo Renova, nos termos do artigo 52, IV da Lei 11.101/2005; (iv) Dispensa de apresentação das certidões negativas para que as empresas do Grupo Renova exerçam suas atividades; e (v) Determinação de expedição de edital, nos termos do § 1º do artigo 52 da Lei 11.101/2005, com prazo de 15 dias para apresentação de habilitações e/ou divergências de créditos no âmbito da recuperação judicial. A Companhia reitera o compromisso de manter os acionistas e o mercado em geral devida e oportunamente informados nos termos da legislação aplicável.” A Cemig manterá os seus Acionistas e o mercado em geral informados sobre esse tema, nos termos da regulamentação aplicável. Belo Horizonte, 16 de outubro de 2019. Maurício Fernandes Leonardo Júnior Diretor de Finanças e Relações com Investidores


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019RNEWAçãoFREDocumento original

www.renovaenergia.com.br RENOVA ENERGIA S.A. CNPJ/ME Nº 08.534.605/0001-74 NIRE 35.300.358.295 Fato Relevante A Renova Energia S.A. (RNEW3; RNEW4; RNEW11) (“Renova” ou “Companhia”), em atendimento à Instrução CVM nº 358/2002, conforme alterada, vem informar aos seus acionistas e ao mercado em geral que o Juízo da 2º Vara de Falências e Recuperações Judiciais da Comarca do Estado de São Paulo deferiu o processamento do pedido de recuperação judicial ajuizado nesta data pela Renova e pelas demais empresas do grupo (“Grupo Renova”), conforme fato relevante divulgado mais cedo ao mercado, determinando, entre outras medidas: (i) Nomeação da KPMG CORPORATE FINANCE, inscrita no CNPJ/ME sob nº 29.414.117/0001.01, representada por Osana Mendonça, inscrita na OAB/SP sob nº 122.930, para atuar como administradora judicial; (ii) Suspensão das ações e execuções contra as empresas do Grupo Renova pelo prazo de 180 dias, nos termos do artigo 6º da Lei 11.101/2005; (iii) Apresentação de contas até o dia 30 de cada mês enquanto perdurar o processo de recuperação judicial, sob pena de afastamento dos controladores e substituição dos administradores das empresas do Grupo Renova, nos termos do artigo 52, IV da Lei 11.101/2005; (iv) Dispensa de apresentação das certidões negativas para que as empresas do Grupo Renova exerçam suas atividades; e (v) Determinação de expedição de edital, nos termos do § 1º do artigo 52 da Lei 11.101/2005, com prazo de 15 dias para apresentação de habilitações e/ou divergências de créditos no âmbito da recuperação judicial. A Companhia reitera o compromisso de manter os acionistas e o mercado em geral devida e oportunamente informados nos termos da legislação aplicável. São Paulo, 16 de outubro de 2019. Cristiano Correa de Barros Diretor Presidente e Diretor de Relações com Investidores


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
17/10/2019XPLGFIIFREDocumento original

XP LOG FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII CNPJ/MF nº 26.502.794/0001-85 FATO RELEVANTE O XP LOG FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII, fundo de investimento imobiliário constituído sob a forma de condomínio fechado, de acordo com a Lei nº 8.668, de 25 de junho de 1993, conforme alterada (“Lei nº 8.668”) e a Instrução da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) nº 472, de 31 de outubro de 2008, conforme alterada (“Instrução CVM 472”), inscrito no CNPJ/MF sob o nº 26.502.794/0001-85 (“Fundo”), neste ato representado por sua administradora VÓRTX DISTRIBUÍDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA., sociedade com sede na cidade de São Paulo, estado de São Paulo, na Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2277, 2º andar, conjunto 202, CEP 01452-000, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 22.610.500/0001-88, neste ato comunica aos seus cotistas e ao mercado em geral, que celebrou em 16 de outubro de 2019 o Compromisso de Cessão de Direito Real de Aquisição (“Compromisso”) com a Cajamar Investimentos Imobiliários Eireli e Cajamar II Investimentos Eireli (“Vendedores”) cujo objeto é a aquisição da fração ideal de 55,0% (cinquenta e cinco por cento) dos imóveis localizados no Município de Cajamar/SP, objeto das matrículas sob nºs 56.549 e 56.551, ambas do 2º Oficial de Registro de Imóveis de Jundiaí - SP (“Fração dos Imóveis”), onde serão edificados galpões logísticos (“Centro Logístico”), com área construída estimada total de 125.717,00 m2 (cento e vinte e cinco mil, setecentos e dezessete metros quadrados) (“Transação”) cuja expectativa de entrega de obras é 1º trimestre de 2021. A Fração dos Imóveis será adquirida pelo valor de R$ 336.559.812,53 (trezentos e trinta e seis milhões, quinhentos e cinquenta e nove mil, oitocentos e doze reais e cinquenta e três centavos) (“Preço”), que será pago aos Vendedores de acordo com a evolução de obras e a verificação de condições previstas no Compromisso. O preço será recalculado após 13 (treze) meses contados da data de entrega de obras definitiva do Centro Logístico, estimada para o 1º trimestre de 2021 (“Data de Entrega”), e com base no aluguel médio a ser estipulado nos contratos de locação vigentes em relação ao Centro Logístico em referida data, observado que sobre a área construída disponível, será adotado o valor de R$ 19,00/m² (dezenove reais por metro quadrado), corrigido pro rata die pela variação acumulada pelo IPCA/IBGE desde a presente data até a data de recálculo, considerando os índices relativos ao mês imediatamente ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
16/10/2019PRSNFIIAGODocumento original

PERSONALE I FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII CNPJ 14.056.001/0001-62 Código de Negociação na BM&FBOVESPA “PRSN11B” EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DE COTISTAS Ficam convidados os Srs. Cotistas do PERSONALE I FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII (“Fundo”), a se reunirem em Assembleia Geral Ordinária de Cotistas a realizar-se no dia 15 de novembro de 2019, às 10:00h, na sede do Administrador, localizada na Avenida das Américas, 3.434, bloco 07, sala 201, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, CEP: 22640-102, para deliberar acerca da análise e da aprovação das contas e das demonstrações financeiras do Fundo, referentes ao exercício social findo em 30 de junho de 2019. As demonstrações financeiras devidamente auditadas referentes ao exercício social encerrado em 30 de junho de 2019 encontram-se disponíveis nos websites da Oliveira Trust DTVM S.A. e da B3. A Assembleia Geral Ordinária de Cotistas se instalará com a presença de qualquer número de cotistas, nos termos do Art. 19 da Instrução CVM nº 472 c/c o Art. 70 da Instrução CVM nº 555, e a deliberação, para ser aprovada, dependerá da maioria de votos dos cotistas presentes, nos termos do Artigo 20, caput, da Instrução CVM nº 472. Os cotistas do Fundo poderão participar da Assembleia Geral, ora convocada, por si, seus representantes legais ou procuradores, consoante o disposto no artigo 22 da Instrução CVM nº 472, portando os seguintes documentos: (a) se Pessoas Físicas: documento de identificação com foto; (b) se Pessoas Jurídicas: cópia autenticada do último estatuto ou contrato social consolidado e da documentação societária outorgando poderes de representação, bem como documento de identificação com foto do(s) representante(s) legal(is); (c) se Fundos de Investimento: cópia autenticada do último regulamento consolidado do fundo e do estatuto ou contrato social do seu administrador, além da documentação societária outorgando poderes de representação, bem como documento de identificação com foto do(s) representante(s) legal(is). Caso o cotista seja representado por procurador este deverá apresentar o instrumento particular de mandato, sendo certo que o procurador deve estar legalmente constituído há menos de 1 (um) ano. Ressaltamos que os Srs. Cotistas e/ou seus representantes deverão apresentar seus documentos de identificação (documentos pessoais, societários ou procuração) quando da realização da assembleia. Solicitamos, gentilmente, a confirmação de presença através do e-mail ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
16/10/2019PRSNFIIAGODocumento original

PERSONALE I FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII CNPJ 14.056.001/0001-62 Código de Negociação na BM&FBOVESPA “PRSN11B” PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO Aos Senhores Cotistas do PERSONALE I FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII (“Fundo”). OLIVEIRA TRUST DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A., inscrito no CNPJ/MF sob o n.º 36.113.876/0001-91, na qualidade de administrador (“Administrador”), realizará Assembleia Geral Ordinária de Quotistas do Fundo, no dia 15 de novembro de 2019, às 10:00 horas, na Avenida das Américas, 3.434, bloco 07, sala 201, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, CEP: 22640-102, e proporá a aprovação das contas e demonstrações financeiras do Fundo, referentes ao exercício social findo em 30 de junho de 2019. Por fim, cabe ressaltar, conforme já disposto no Edital de Convocação, que a Assembleia Geral Ordinária de Quotistas supra mencionada se instalará com a presença de qualquer número de cotistas, nos termos do Art. 19 da Instrução CVM nº 472 c/c o Art. 70 da Instrução CVM nº 555, e a deliberação, para ser aprovada, dependerá da maioria de votos dos quotistas presentes, nos termos do Artigo 20, caput, da Instrução CVM nº 472. Sendo o que nos cumpria, permanecemos à disposição de V.Sas. para eventuais esclarecimentos que se façam necessários. OLIVEIRA TRUST DTVM S/A


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
16/10/2019XPMLFIIFREDocumento original

BTG Pactual Praia de Botafogo, 501 - 5º Andar - Torre Corcovado - Botafogo - 22250-040 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil – Tel. +55 21 3262 9600 www.btgpactual.com XP MALLS FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII CNPJ/MF nº 28.757.546/0001-00 COMUNICADO AO MERCADO A BTG PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S.A. DTVM, com sede na cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Praia de Botafogo, nº 501, 5º andar, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 59.281.253/0001-23 (“Administradora”), na qualidade de administradora e a XP VISTA ASSET MANAGEMENT LTDA., com sede na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1.909, 30º andar, Torre Sul, na cidade de São Paulo, estado de São Paulo, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 16.789.525/0001-98 (“Gestora”), na qualidade de gestora do XP MALLS FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 28.757.546/0001-00, (“XP Malls” ou “Fundo”), comunica aos seus cotistas e ao mercado em geral, que celebrou nesta data os documentos definitivos da transação (“Transação”) para aquisição de participação que representa 45,0% (quarenta e cinco por cento) no Natal Shopping, localizado em Natal (RN), e parte dos blocos 5, 7 e 17 do Downtown, localizado no Rio de Janeiro (RJ) (“Ativos”), pelo valor de R$368.005.943,19 (trezentos e sessenta e oito milhões, cinco mil, novecentos e quarenta e três reais e dezenove centavos). A Transação já foi aprovada pela Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), conforme decisão publicada no Diário Oficial da União em 29.8.2019. A consumação da Transação está sujeita ao decurso do prazo para que a decisão de aprovação transite em julgado na forma da Lei 12.529/2011, o que está previsto para ocorrer até o final do mês de outubro. Somente após esse prazo ocorrerá o fechamento da Transação, com a transferência dos Ativos e desembolso do valor da Transação pelo Fundo. A Transação atende integralmente a Política de Investimentos constante do Regulamento do Fundo e reforça a estratégia de comprar participações minoritárias em shopping centers em operação, nas principais cidades do país e cujo administrador seja renomado nacionalmente e idealmente também sócio do empreendimento, gerando comprometimento e alinhamento de longo prazo. As futuras distribuições de rendimentos do XP Malls dependerão da performance operacional dos ativos imobiliários investidos pelo Fundo, incluindo os Ativos, bem como da geração de caixa por meio da aplicação dos recursos em ativos financeiro ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
16/10/2019SEERAçãoFREDocumento original

SER EDUCACIONAL S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado CNPJ/MF n.º 04.986.320/0001-13 Código CVM 23221 Avenida da Saudade n.º 254, Santo Amaro CEP 50100-200, Recife - PE Encerramento do Programa de Recompra de Ações Recife, 16 de outubro de 2019, a Ser Educacional (B3 SEER3, Bloomberg SEER3:BZ e Reuters SEER3.SA), um dos maiores grupos privados de educação do Brasil e líder nas regiões Nordeste e Norte, em cumprimento às disposições da Instrução CVM nº 358, de 3 de janeiro de 2002, conforme alterada, da Instrução CVM 567, de 17 de setembro de 2015, e ao parágrafo 4º do artigo 157 da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme alterada (“Lei das Sociedades por Ações”), vem informar aos seus acionistas e ao mercado em geral que seu Conselho de Administração, em reunião realizada em 16 de outubro de 2019, aprovou por unanimidade, sem quaisquer ressalvas, o encerramento do Programa de Recompra de Ações aprovado pelo Conselho de Administração da Companhia em 16 de outubro de 2018 (“Programa”). Durante a vigência do Programa, entre 16 de outubro de 2018 e 16 de outubro de 2019, foram adquiridas 4.230.300 (quatro milhões, duzentos e trinta mil e trezentas) ações ordinárias de emissão da Ser Educacional, representando 3,2% do total de ações emitidas, as quais foram canceladas em 09 de maio de 2019, conforme ata de reunião do Conselho de Administração e Fato Relevante divulgados ao mercado na mesma data. Após esse cancelamento, a Companhia passou a ter 128.721.560 (cento e vinte e oito milhões, setecentos e vinte uma mil, quinhentos e sessenta) ações ordinárias emitidas. A Companhia informa, ainda, que não haverá, por ora, a renovação e/ou a criação de um novo programa de recompra de ações de sua própria emissão. Contatos Relações com Investidores Rodrigo de Macedo Alves e Geraldo Soares de Oliveira Júnior (+55 11) 2769 3223 | [email protected] | www.sereducacional.com/ri Contato Imprensa Silvia Fragoso | (+55 81) 3413-4643 | [email protected] SOBRE O GRUPO SER EDUCACIONAL Fundado em 2003 e com sede no Recife, o Grupo Ser Educacional (B3 SEER3, Bloomberg SEER3:BZ e Reuters SEER3.SA) é um dos maiores grupos privados de educação do Brasil e líder nas regiões Nordeste e Norte em alunos matriculados. A Companhia oferece cursos de graduação, pós-graduação, técnicos e ensino a distância e está presente em 26 estados e no Distrito Federal, em uma base consolidada de mais de 162 mil alunos. A Companhia opera sob as marcas UNINASSAU, UNINA ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
16/10/2019BRPRAçãoFREDocumento original

BR PROPERTIES S.A. CNPJ 06.977.751/0001-49 “Companhia aberta” FATO RELEVANTE BR PROPERTIES S.A. (“Companhia”), vem a público informar, nos termos do disposto na Instrução CVM 358/02, conforme alterada, que mantém tratativas com BTG PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S.A. DTVM (“Administradora”), inscrito no CNPJ/MF sob nº 59.281.253/0001-23, na qualidade de instituição administradora do FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO VBI FL 4440, inscrito no CNPJ nº 30.629.603/0001-18 (“Fundo”), visando a aquisição do único imóvel de titularidade do Fundo, correspondente a 50% do imóvel denominado “Edifício Faria Lima 4440”, localizado na Avenida Brigadeiro Faria Lima nº 4440, na Cidade e Estado de São Paulo, pelo preço total de R$ 310.674.000,00 (trezentos e dez milhões seiscentos e setenta e quatro mil reais). A conclusão da transação está sujeita, dentre outras condições, a (i) aprovação pelos cotistas do Fundo via Assembleia Geral Extraordinária de Cotistas, e (ii) conclusão satisfatória das diligências a serem realizadas e aprovadas pelos administradores da Companhia. A aquisição desta propriedade vai ao encontro da estratégia da Companhia de consolidar seu portfólio em ativos “Triple A”, localizados nas regiões centrais da cidade de São Paulo, identificando oportunidades onde, através de sua gestão ativa das locações e da propriedade, a Companhia captura o potencial de seus ativos, gerando valor ao seu acionista. A Companhia manterá o mercado informado sobre a evolução desta transação. São Paulo, 16 de outubro de 2019 André Bergstein Diretor Financeiro e de Relações com Investidores BR PROPERTIES S.A. CNPJ 06.977.751/0001-49 NIRE 35.300.316.592 “Public Company” MATERIAL FACT BR PROPERTIES S.A. (“Company”), hereby announces that, in accordance with the CVM Rule No. 358/02, as amended, is under negotiation with BTG PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S.A. DTVM (“Fund Manager”) CNPJ under nº 59.281.253/0001-23, in its capacity as manager of the fund “FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO VBI FL 4440” CNPJ under nº 30.629.603/0001-18 (“Fund”), aiming the acquisition of 50% of the commercial building denominated “Edifício Faria Lima 4440”, owned by the Fund, located at Avenida Brigadeiro Faria Lima nº 4440, in the City and State of São Paulo, for the total price of R$ 310,674,000.00 (three hundred and ten million and six hundred seventy-four thousand reais). The conclusion of the transaction is subject to, among other conditions:(i) the approval of the fund quotaholders and (ii) th ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
16/10/2019AGROAçãoAACDocumento original

Aviso aos Acionistas BRASILAGRO – COMPANHIA BRASILEIRA DE PROPRIEDADES AGRÍCOLAS Companhia Aberta de Capital Autorizado CNPJ/MF n.º 07.628.528/0001-59 NIRE 35.300.326.237 PAGAMENTO DE DIVIDENDOS A BrasilAgro – Companhia Brasileira de Propriedades Agrícolas (“Companhia”), comunica a seus acionistas e ao mercado em geral, que os dividendos declarados pela Companhia em Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária realizada em 16 de outubro de 2019, no montante de R$50.000.000,00 equivalente a R$0,92933058 por ação, isento de Imposto de Renda, de acordo com a Lei de nº 12.973/2014, serão pagos aos Acionistas a partir de 14 de novembro de 2019, com base na posição acionária detidas pelos acionistas em 16 de outubro de 2019. A partir do pregão de 17 de outubro de 2019, inclusive, as ações da Companhia na B3 – Brasil, Bolsa, Balcão, serão negociadas ex-dividendos. Os Acionistas terão seus créditos disponíveis de acordo com o domicílio bancário fornecido ao Banco Bradesco S/A, instituição escrituradora das ações de emissão da Companhia, na data de pagamento indicada acima. Os acionistas que possuem suas ações custodiadas na B3 receberão através de seus agentes de custódia (Corretoras de valores) e os acionistas detentores de ADRs (American Depositary Receipts) receberão os proventos através do Bank of New York Mellon, instituição depositária contratada. Para os acionistas cujos cadastros não contenham a inscrição do número do CPF/CNPJ ou a indicação de “Banco/Agência/Conta Corrente”, os dividendos somente serão creditados a partir do 3º dia útil, contado da data da atualização cadastral nos arquivos eletrônicos do Banco Bradesco S/A, que poderá ser efetuada através de qualquer agência da rede. Os dividendos não reclamados no prazo de 3 (três) anos, a contar da data em que tenham sido postos à disposição dos acionistas, serão prescritos e revertidos a favor da Companhia, nos termos do art. 287, inciso II, da Lei nº 6.404/76 e art. 39 do Estatuto Social. São Paulo, 16 de outubro de 2019. Gustavo Javier Lopez Diretor Administrativo e de Relações com Investidores Relações com Investidores: Tel.: +55 (11) 3035-5374 E-mail: [email protected] mailto:[email protected] Notice to Shareholders BRASILAGRO – COMPANHIA BRASILEIRA DE PROPRIEDADES AGRÍCOLAS Publicly-Held Company with Authorized Capital Corporate Taxpayer’s ID (CNPJ/MF) No. 07.628.528/0001-59 State Registry (NIRE) 35.300.326.237 PAYMENT OF DIVIDENDS BrasilAgro – Companhia Brasileira de Propriedades Agrícolas ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
16/10/2019AGROAçãoAACDocumento original

Aviso aos Acionistas BRASILAGRO – COMPANHIA BRASILEIRA DE PROPRIEDADES AGRÍCOLAS Companhia Aberta de Capital Autorizado CNPJ/MF n.º 07.628.528/0001-59 NIRE 35.300.326.237 PAGAMENTO DE DIVIDENDOS A BrasilAgro – Companhia Brasileira de Propriedades Agrícolas (“Companhia”), comunica a seus acionistas e ao mercado em geral, que os dividendos declarados pela Companhia em Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária realizada em 16 de outubro de 2019, no montante de R$50.000.000,00 equivalente a R$0,92933058 por ação, isento de Imposto de Renda, de acordo com a Lei de nº 12.973/2014, serão pagos aos Acionistas a partir de 14 de novembro de 2019, com base na posição acionária detidas pelos acionistas em 16 de outubro de 2019. A partir do pregão de 17 de outubro de 2019, inclusive, as ações da Companhia na B3 – Brasil, Bolsa, Balcão, serão negociadas ex-dividendos. Os Acionistas terão seus créditos disponíveis de acordo com o domicílio bancário fornecido ao Banco Bradesco S/A, instituição escrituradora das ações de emissão da Companhia, na data de pagamento indicada acima. Os acionistas que possuem suas ações custodiadas na B3 receberão através de seus agentes de custódia (Corretoras de valores) e os acionistas detentores de ADRs (American Depositary Receipts) receberão os proventos através do Bank of New York Mellon, instituição depositária contratada. Para os acionistas cujos cadastros não contenham a inscrição do número do CPF/CNPJ ou a indicação de “Banco/Agência/Conta Corrente”, os dividendos somente serão creditados a partir do 3º dia útil, contado da data da atualização cadastral nos arquivos eletrônicos do Banco Bradesco S/A, que poderá ser efetuada através de qualquer agência da rede. Os dividendos não reclamados no prazo de 3 (três) anos, a contar da data em que tenham sido postos à disposição dos acionistas, serão prescritos e revertidos a favor da Companhia, nos termos do art. 287, inciso II, da Lei nº 6.404/76 e art. 39 do Estatuto Social. São Paulo, 16 de outubro de 2019. Gustavo Javier Lopez Diretor Administrativo e de Relações com Investidores Relações com Investidores: Tel.: +55 (11) 3035-5374 E-mail: [email protected] mailto:[email protected] Notice to Shareholders BRASILAGRO – COMPANHIA BRASILEIRA DE PROPRIEDADES AGRÍCOLAS Publicly-Held Company with Authorized Capital Corporate Taxpayer’s ID (CNPJ/MF) No. 07.628.528/0001-59 State Registry (NIRE) 35.300.326.237 PAYMENT OF DIVIDENDS BrasilAgro – Companhia Brasileira de Propriedades Agrícolas ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
16/10/2019JHSFAçãoFREDocumento original

SP - 26268619v1 SP - 26407998v1 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/ME nº 08.294.224/0001-65 NIRE 35.300.333.578 Companhia Aberta FATO RELEVANTE A JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. (“Companhia”), em atendimento ao disposto no parágrafo 4º do artigo 157 da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme alterada, e na Instrução da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) nº 358, de 3 de janeiro de 2002, conforme alterada, vem informar aos seus acionistas e ao mercado em geral que está estudando a possibilidade de realização de uma eventual oferta pública de distribuição primária de ações (“Oferta”). Para tanto, estão sendo conduzidos trabalhos preparatórios em conjunto com instituições financeiras, o Banco BTG Pactual S.A. e o Banco Bradesco BBI S.A., e demais assessores legais para definição da viabilidade e dos termos da potencial Oferta. Destaca-se que a efetiva realização da Oferta, assim como qualquer operação deste tipo, está sujeita, entre outros fatores, à obtenção das aprovações necessárias, incluindo as respectivas aprovações societárias aplicáveis, às condições políticas e macroeconômica favoráveis, ao interesse de investidores, dentre outros fatores alheios à vontade da Companhia. Caso efetivada, a Oferta será conduzida em conformidade com a legislação e regulamentação aplicáveis. Este Fato Relevante possui caráter meramente informativo e não deve, em nenhuma circunstância, ser interpretado como, nem constituir, uma recomendação de investimento ou um anúncio de oferta pública de quaisquer valores mobiliários de emissão da Companhia. A Companhia manterá seus acionistas e o mercado em geral devidamente informados sobre quaisquer desdobramentos ou deliberações a respeito do assunto, respeitadas as restrições constantes das normas da CVM e da legislação aplicável. São Paulo, 16 de outubro de 2019. Thiago Alonso de Oliveira Diretor de Relações com Investidores SP - 26268619v1 SP - 26407998v1 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/ME nº 08.294.224/0001-65 NIRE 35.300.333.578 Publicly Held Company MATERIAL FACT JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. (“Company”), pursuant to Section 157, §4.° of Law No. 6,404, dated December 15, 1976, as amended, and to the Brazilian Securities and Exchange Commission (Comissão de Valores Mobiliários) Rule No. 358, dated January 3rd, 2002, as amended, hereby informs its shareholders and the market in general that, among other possibilities for raising funds available in the market, it is studying the possibility of launching a primary public offering of sh ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
16/10/2019ALPAAçãoFREDocumento original

ALPARGATAS S.A. Companhia Aberta C.N.P.J. nº 61.079.117/0001-05 NIRE 35.300.025.270 FATO RELEVANTE A Alpargatas S.A. (“Companhia”), com base no disposto na Instrução da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) nº 358, de 3 de janeiro de 2002, conforme alterada, comunica aos Senhores Acionistas e ao mercado em geral que, em Assembleia Geral Extraordinária (“AGE”) realizada ontem, foram aprovados os seguintes planos de outorga de opção de compra de ações: Plano de Ações Restritas e Plano de Outorga de Ações da Companhia (“Plano de Matching”), conforme Proposta da Administração descrita no Manual da AGE publicado em 27 de setembro de 2019. Mais informações podem ser obtidas no website de Relações com Investidores (https://ri.alpargatas.com.br), nos arquivos da Companhia disponíveis na CVM (http://www.cvm.gov.br/), ou ainda diretamente com o Departamento de Relações com Investidores da Companhia, por meio do telefone +5511 3847-7397 ou e-mail [email protected] São Paulo, 16 de outubro de 2019. Julian Garrido Del Val Neto Diretor de Relações com Investidores https://ri.alpargatas.com.br/http://www.cvm.gov.br/mailto:[email protected]


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
16/10/2019GOLLAçãoAACDocumento original

SP - 26003108v3 Bônus de Subscrição – Subscrição das Sobras São Paulo, 11 de outubro de 2019 – A GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. (B3: GOLL4 e NYSE: GOL) (“Companhia”), em cumprimento ao disposto na Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme alterada e na regulamentação da Comissão de Valores Mobiliários, dando continuidade às informações divulgadas no Aviso aos Acionistas de 26 de agosto de 2019, vem informar aos seus acionistas, aos titulares de Bônus de Subscrição (definido abaixo) e ao mercado em geral que, em 03 de outubro de 2019, encerrou- se o Período de Direito de Preferência (definido abaixo) para subscrição dos bônus de subscrição de emissão da Companhia, todos escriturais e em série única, cuja emissão foi aprovada pelo Conselho de Administração da Companhia em 26 de agosto de 2019 (“Bônus de Subscrição”). 1. Quantidade de Bônus Subscritos e Sobras Segundo apurado pela Itaú Corretora de Valores S.A. (“Itaú Corretora”), instituição escrituradora e custodiante dos Bônus de Subscrição, 8.032.400 (oito milhões, trinta e dois mil e quatrocentos) Bônus de Subscrição foram subscritos entre 03 de setembro de 2019 e 03 de outubro de 2019 (“Período de Direito de Preferência”), ao preço de emissão de R$ 20,00 (vinte reais) (“Preço de Emissão”). 7.160.039 (sete milhões, cento e sessenta mil e trinta e nove) Bônus de Subscrição não foram subscritos (“Sobras”). Conforme informado no Aviso aos Acionistas de 26 de agosto de 2019, o acionista controlador da Companhia, o Fundo de Investimento em Participações Volluto Multiestratégia Investimento no Exterior e o MOBI Fundo de Investimento em Ações Investimento no Exterior, cederam gratuitamente seus direitos de preferência para subscrição de Bônus de Subscrição para a GOL Equity Finance que, por sua vez, subscreveu 7.901.232 (sete milhões, novecentos e um mil, duzentos e trinta e dois) Bônus de Subscrição, o número máximo de Bônus de Subscrição que lhe era permitido subscrever durante o Período de Direito de Preferência, representando a quantidade mínima de Bônus de Subscrição necessários para a confirmação da emissão dos Bônus de Subscrição. Como informado anteriormente, os termos e as condições dos Bônus de Subscrição foram estabelecidos em conformidade com as premissas e com a finalidade de viabilizar a oferta de dívida conversível da Gol Equity Finance, anunciada em 17 de julho de 2019. 2. Período de Subscrição das Sobras O período de 4 (quatro) dias úteis para subscrição das Sobras terá início ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original
16/10/2019HETAAçãoAGODocumento original

1-3 HERCULES S.A. FABRICA DE TALHERES Companhia Aberta CNPJ nº 92.749.225/0001-63 NIRE 35.3.003.419.53 ATA DE ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA REALIZADA EM 29 DE ABRIL DE 2019 1. DATA, HORA E LOCAL: Aos 29 dias do mês de abril do ano de 2019, às 12h, na sede da Companhia, na cidade e Estado de São Paulo, na Rua do Paraíso,148, 14º andar, conj. 142, sala 02 - bairro Paraíso, CEP 04103-000 2. QUORUM: Acionistas titulares de 270.807 ações, representando 53,10% do capital social, conforme assinaturas constantes do Livro de Presença de Acionistas. 3. PRESENÇAS ESPECIAIS: Sr. Ronei Xavier Janovik, Contador, CRCRS nº 40.743, representante da Baker Tilly Brasil RS Auditores Independentes SS. 4. COMPOSIÇÃO DA MESA: Presidente – Sr. Michael Lenn Ceitlin; Secretário – Sr. Marcelo Freitas Pereira. 5. PUBLICAÇÕES: (a) Anúncios de Convocação: Diário Oficial do Estado de São Paulo, edições dos dias 10, 11 e 12/04/2019, páginas 62, 48 e 82, e Diário Comercial dos dias 10, 11, e 12/04/2019, páginas 11, 5 e 6 (b) Relatório da Administração e Demonstrações Financeiras do exercício de 2018: Diário Oficial do Estado de São Paulo, edição do dia 18/04/2019, páginas 48 a 50;n e no Jornal Diário Comercial, edição do dia 18/04/2019, página 11. 6. ORDEM DO DIA: (i) Apreciar as contas dos administradores, examinar, discutir e votar as demonstrações contábeis, relatório da administração e parecer dos auditores, independentes, referentes ao exercício encerrado em 31/12/2018; (ii) Deliberar sobre a destinação do resultado do exercício encerrado em 31/12/2018; (iii) Fixar o número de membros do Conselho de Administração; (iv) Eleger os membros para compor o Conselho de Administração, nos termos do que dispõe o Estatuto Social da Companhia; e (v) Fixar o montante da remuneração dos membros da Administração. 7. DELIBERAÇÕES: Foram deliberadas e aprovadas, à unanimidade e sem reservas, além da lavratura da presente ata sob a forma de sumário e de sua publicação com a omissão da assinatura dos acionistas, conforme autoriza o Art. 130, § 1º e § 2º, da Lei nº 6.404/76, as seguintes matérias constantes na Ordem do Dia: 2-3 i. Foram aprovados por acionistas titulares de 270.807 ações, representando 53,10% do capital social, com a abstenção dos legalmente impedidos, o Relatório e Contas da Administração, Demonstrações Contábeis e Parecer dos Auditores independentes, relativos ao exercício encerrado em 31/12/2018; ii. Não obstante, o lucro apurado no exercício encerrado em 31/12/2018, restou prejudi ...


O comunicado foi processado automaticamente. Acesse o conteúdo completo a partir do documento original